Uma virtualização de servidores sem intermediários

Instruções de virtualização elaboradas no kernel

O traço distintivo mais importante entre os KVM Virtual Private Servers e a maioria dos servidores virtuais não é outra senão a tecnologia de virtualização. Graças aos KVM, o servidor não requer um programa virtualizador adicional para ser executado- em troca as dicas de software que são precisas compilam-se como uma parte indivisível do SO do host. O tal tipo de abordar o problema diminui de uma forma visível a quantia dos recursos que devem ser dedicados pelo servidor com o propósito de rodar aplicativos adicionais fazendo, ao mesmo tempo, com que os tais recursos fiquem disponíveis para as máquinas virtuais. O fato de eliminar o tal estrato de comunicação estra também minimiza o tempo de espera I/O, fazendo efetivamente com que seu VPS corra muito mais rápido.
Uma virtualização de servidores sem intermediários

Melhoria da eficiência dos recursos

Utilização efetiva das capacidades do servidor

A favor do propósito de se ocupar dos recursos as máquinas de convidado costumam precisar de uma camada adicional entre elas e a máquina host. O qual conduz a uma quantidade menor de recursos disponíveis para as máquinas de convidado. Por meios dos Servidores Privados Virtuais KVM elimina-se a camada adicional, porque o sistema virtualizador forma parte do sistema operativo do servidor mestre. Então as capacidades com as quais conta o servidor físico estão livres para ser utilizadas pelos KVM VPS que há. A tal fonte de recursos põe nas suas mãos uma vantagem competitiva muito importante para fazer seus sites e aplicações web se destacarem da concorrência.
Melhoria da eficiência dos recursos

Pleno controle no que se refere ao SO

Liberdade ilimitada para pôr o SO que tiver escolhido

Uma das desvantagens dos Servidores VPS, em comparação com servidores reservados sobretudo é o sistema operacional em si – no caso comum só é possível optar por um dos sistemas operacionais na lista do provedor. Com a ajuda de um KVM Virtual Private Server, pois, você pode implementar praticamente qualquer um dos SOs que podem correr no seu servidor e também no hardware do servidor mestre. Isso é possível devido à maneira única em que a virtualização KVM funciona. KVM forma parte integrante do sistema operacional do anfitrião, cujo papel consiste em estabelecer uma conexão não mediada entre as instâncias virtuais e o hardware, onde fica excluída a necessidade de uma camada adicional de comunicação, presente em vários outros sistemas de virtualização.
Pleno controle no que se refere ao SO
  • Centro de Dados em EUA
  • Centro de Dados em EUA

    Steadfast, Chicago, IL